O unboxing e a geração de valor
A cultura do YouTube revelou para o mundo algo que os designers já sabiam há muito tempo: o valor do unboxing.

Até um invólucro simples, mas que tenha um método de abertura diferente.
aaa

Categoria: Marketing

Veja quais pontos analisar em um estudo do seu mercado

Por Carollina Li - Tempo de leitura: 5 min
Salvos para ler depois
Adicionar aos meus preferidos!
Veja quais pontos analisar em um estudo do seu mercado Veja quais pontos analisar em um estudo do seu mercado Veja quais pontos analisar em um estudo do seu mercado

Ao começar um empreendimento ou reposicionar seu negócio em um ambiente sempre em fluxo, um estudo de mercado detalhado pode ser a diferença entre o sucesso ou o fracasso do investimento.

Mais que apenas uma ferramenta, esse estudo do mercado vai oferecer a base de informações para suas decisões futuras em marketing e gestão. Quanto maior o número de dados úteis e interpretações aprofundadas, mais fáceis serão essas decisões no futuro. Quer saber mais sobre o assunto? Continue a leitura!

1.O que constitui um estudo do mercado?

Um estudo de mercado tem como objetivo recolher e analisar dados qualitativos e quantitativos de um nicho específico, que serão usados para auxiliar na tomada de decisões estratégicas de uma empresa..

Entretanto, não há uma fórmula única e mágica que possa abranger todas as nuances de um mercado tão complexo quanto o atual. Logo, devemos trabalhar em modo sistêmico, utilizando várias ferramentas e análises para se obter um desenho completo do status atual que seja o mais preciso possível.

Este "status atual" deve englobar:
1.O estudo de seus principais concorrentes (Você deve responder, por exemplo: Como eles se apresentam no mercado, quais os diferenciais, como é a presença online e etc.);
2. O seu público de interesse e nicho específico;
3. Análise da sua própria empresa: pontos de força, oferta, metas, e etc..

2.Como compreender melhor o mercado?

Existem inúmeras variáveis que podem e devem ser analisadas em um estudo do mercado aprofundado. Em relação ao público, por exemplo, essas informações podem ser em relação a ocupação, renda, estado civil, dados demográficos em geral do público de interesse.

Esses dados, já oferecem alguns insights sobre o tipo ou qualidade de serviço que o mercado espera. Porém, para compreender de fato seu público, uma análise mais detalhada deve ser feita. Na dúvida é melhor seguir o princípio:

Conheça o teu público melhor que a ti mesmo!

Isso para reforçar o fato que ser específico é essencial. Conhecer o que a sua "persona" (seu potencial cliente) gosta de fazer no tempo livre, bem como suas dificuldades, preocupações são algumas informações básicas sobre o seu público.

Para tanto, algumas análises mais focadas são utilizadas nessa construção. Entre essas análises estão: segmentação do mercado, mercado de interesse e as necessidades dele.

Cada uma delas evidencia uma faceta do status atual e oferece dados que serão usados para um melhor entendimento daquilo oferecido por sua empresa, como estilo de vida e motivações de compra dos clientes.

Esses são dados importantes e não devem ser negligenciados, pois vão ajudar na hora de refletir sobre suas decisões.

Nesse contexto, a análise da concorrência, barreiras de entrada e regulamentação ajudarão a compreender os tipos de desafios que sua empresa deve resolver e, o mais importante, como agir quando encontrá-los.

Por fim, uma avaliação do posicionamento de mercado, aceitação dos produtos e relacionamento com o público oferece um raio-X dos eu empreendimento, assim como os problemas e sucessos de suas estratégias.

3.Por que documentar o estudo de mercado?

Para facilitar esse trabalho, e para que ele não se perca depois, é importante manter uma documentação organizada de todos os dados disponíveis, mesmo que sejam baseados em observações intuitivas dos clientes e concorrentes.

Documentar pode parecer difícil no início, mas é muito importante. Ainda bem que hoje podemos contar com diversas ferramentas úteis que ajudam a estruturar e lembrar. Além de ser um instruimento de consulta futura para todos os membros da equipe.

4.Quais são as ferramentas disponíveis?

Para examinar e ordenar os dados brutos, foram criadas, ao longo do tempo, uma série de ferramentas e metodologias de análise. Cada uma delas tem seus focos, forças e fraquezas. Vamos mostrar algumas delas abaixo.

SWOT - Forças, Oportunidade, Fraquezas e Ameaças

Análise SWOT (Strenght, Weakness, Opportunities e Threats) também conhecida como Matriz FOFA (Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças) é uma análise simples e de fácil aplicação, por isso tem tanta aplicabilidade tanto em pequenos negócios como em multinacionais. O próprio nome diz o que vai conter na análise FOFA.

Pesquisas Quantitativas

Tem como foco recolher dados quantitativos de uma grande porção do mercado, posteriormente transformados em dados estatísticos. No geral, se dá por meio de formulários ou questionários. Aqui na Atemporale utilizamos o google forms e o survey monkey para realizar esses questionários.

Pesquisas Qualitativas

Estas se preocupam com as motivações, opiniões e atitudes dos analisados. Normalmente têm uma abrangência menor, mas oferece dados mais aprofundados. Entre os meios de aplicação se destacam questionários com respostas abertas e as entrevistas (você pode usar aplicativos de registro de audio)

Canvas

O canvas é uma ferramenta de planejamento que se apresenta na forma de um mapa visual contendo blocos representando conceitos envolvidos com seu negócio. O mais conhecido e usado é o Canvas Modelo de Negócios. Mas existem outros desenvolvidos com foco em outros conceitos, como o Canvas da Proposta de Valor, canvas para análise da persona, entre outros.

Baixe aqui o nosso modelo canvas para análise da persona.



Mais importante do que a ferramenta utilizada é ter em mente qual o foco principal da análise. Como já foi dito, cada ferramenta tem uma função na qual ela é mais eficiente. Saber qual usar em cada momento torna o investimento mais eficiente.

5.E agora?

Como visto neste artigo, o estudo do mercado funciona como uma ferramenta para ajudar nas decisões da sua empresa, assim como uma base pela qual estratégias podem ser planejadas. Para isso, ele deve, desde o início, fazer parte do plano estratégico da área de marketing como um todo, já que leva a influenciar cada decisão feita.

Interessou-se sobre o assunto? Já realizou o estudo de mercado da sua empresa? Ficou com alguma dúvida? Comente no post para que possamos ajudar!

Adicionar esse post aos meus favoridos!
Carollina Li

Carollina Li (Diretora de projetos):

Formada em design pela UEMG, mestra em design sistêmico pelo Politecnico di Torino e estudante incassável de marketing. Atua no desenvolvimento de estratégias de diferenciação para pequenas empresas. Apaixonada por pensar o design e o marketing de forma sistêmica. Pesquisadora de nascença. Sonhadora de carteirinha. Van Gogh, Salvador Dalí e Naruto são grandes inspirações. :) Carollina ama intensamente a natureza, escrever, viajar e encontrar sentido em tudo o que faz.

O que você achou deste conteúdo? Compartilhe conosco nos comentários.