O unboxing e a geração de valor
A cultura do YouTube revelou para o mundo algo que os designers já sabiam há muito tempo: o valor do unboxing.

Até um invólucro simples, mas que tenha um método de abertura diferente.
aaa

Categoria: Design Marketing

Veja como usar o design para fidelizar os clientes no pós-venda

Por Carollina Li - Tempo de leitura:
Salvos para ler depois
Adicionar aos meus preferidos!
Design para fidelizar os clientes no pós-venda Design para fidelizar os clientes no pós-venda Design para fidelizar os clientes no pós-venda

Quando vamos adquirir um produto, nem sempre é apenas a necessidade que nos guia. Geralmente, outros fatores emocionais e psicológicos estão inseridos na decisão de compra.

Nesse contexto, o design é uma ferramenta essencial para despertar o desejo do consumidor, manter o vínculo com a marca ativo e fidelizar os clientes no pós-venda.

Junto com o marketing, o design trabalha textos, imagens, cores, espaços, diagramação e tipografia para despertar sensações e sentimentos no cliente, inclusive trabalhando conceitos da Gestalt (psicologia da forma) — como familiaridade, simplicidade e proximidade — que, de maneira simplificada, diz que vemos o todo antes de perceber suas partes.

Se bem utilizado, o design pode não só criar gatilhos que disparem a decisão de compra, mas definir e melhorar a experiência do usuário com a marca. Isso pode ser feito inclusive no pós-venda, de maneira a manter ativo o vínculo da marca com o cliente.

Esclareça suas dúvidas de como fazer isso. Confira a seguir nossas dicas sobre o assunto!

1.Invista no design de embalagens

A embalagem, muitas vezes, é o primeiro contato físico do cliente com uma marca. Dessa forma, é importante usar a comunicação visual a seu favor e investir no design de rótulo, caixa ou outro tipo de embalagem do seu produto.

Uma boa embalagem agrega valor à marca e reforça a ideia de que sua empresa preza pela excelência e qualidade dos produtos.

Também é relevante trabalhar a percepção sensorial da embalagem em conjunto com a usabilidade e a ergonomia. Não adianta ter um produto difícil de pegar ou de abrir, ou seja, que não é prático. Lembre-se de que, com um experiência positiva, o cliente pode se sentir mais propício a comprar novamente algo da sua empresa.

Saiba como o design de embalagens interfere diretamente na decisão de compra do cliente, neste artigo aqui.

2.Ofereça soluções personalizadas

Em uma compra, não importa apenas o produto final, mas também a experiência do cliente no processo. Desse modo, o design busca compreender a fundo o público da marca e procura uma personalização da experiência do consumidor com os produtos e serviços da sua empresa.

Além de entender as necessidades e os desejos do cliente para oferecer inovações, é importante passar os valores da marca e personalizar o design do seu produto, de acordo com as características do negócio.

3.Use o design para potencializar as ações de marketing

Sabe por que as ações de marketing não devem acabar com a compra?
Porque por mais importante que sejam estratégias para fazer com que a marca seja conhecida, a experiência pós compra do produto é crucial para o que, todas as empresas perseguem hoje em dia: clientes fiéis e defensores da marca.

O design é que vai criar a experiência, seja ela de um serviço, produto ou processo e torná-la relevante até o no pós compra.

4.Foque em ações para fidelizar os clientes no pós-venda

As experiências sensoriais do cliente com a sua marca também influenciam na decisão de compra. Desse modo, você pode usar a percepção sensorial — tátil, visual, auditiva, e olfativa — para despertar emoções e criar uma associação com a empresa, por meio da embalagem, por exemplo.

Além disso, também é importante criar materiais informativos especiais e peças voltadas especificamente elaboradas para o cliente que já comprou da marca.

Essas são apenas algumas estratégias em que você pode usar o design no pós-venda para fortalecer a sua marca e melhorar o seu posicionamento diante do mercado e do público.

Afinal, para sua empresa crescer e se desenvolver, é preciso fidelizar os clientes — ou seja, fazer com que as pessoas retornem para adquirir mais vezes o seu produto ou serviço.

Gostou deste texto? Então, entenda também quais serviços de marketing e design valem a pena terceirizar!

Adicionar esse post aos meus favoridos!

Tags:

Carollina Li

Carollina Li (Diretora de projetos):

Formada em design pela UEMG, mestra em design sistêmico pelo Politecnico di Torino e estudante incansável de marketing. Atua no desenvolvimento de estratégias de diferenciação para pequenas empresas. Apaixonada por pensar o design e o marketing de forma sistêmica. Pesquisadora de nascença. Sonhadora de carteirinha. Van Gogh, Salvador Dalí e Naruto são grandes inspirações. :) Carollina ama intensamente a natureza, escrever, viajar e encontrar sentido em tudo o que faz.

O que você achou deste conteúdo? Compartilhe conosco nos comentários.