O unboxing e a geração de valor
A cultura do YouTube revelou para o mundo algo que os designers já sabiam há muito tempo: o valor do unboxing.

Até um invólucro simples, mas que tenha um método de abertura diferente.
aaa

Categoria: Design Marketing PDV

Descubra o que é o visual merchandising e como ele faz o seu PDV vender mais

Por Carollina Li - Tempo de leitura: 4min
Salvos para ler depois
Adicionar aos meus preferidos!
visual merchandising no seu PDV visual merchandising no seu PDV visual merchandising no seu PDV

A comunicação entre a marca e o seu público de interesse se dá de várias maneiras, mas uma das mais prevalentes é por meio da comunicação visual. Ela se torna ainda mais relevante no ponto de venda, onde o cliente faz a última decisão da sua jornada de compra.

Assim, entender o que é visual merchandising e como melhor utilizá-lo é capaz de fazer uma grande diferença nas suas vendas.

Neste artigo, além de explicar o que é visual merchandising, vamos falar sobre o vitrinismo, e, por fim, apresentar as vantagens que investir nessa área pode trazer para a sua empresa.

Vamos lá?!

O que é visual merchandising?

Uma maneira de defini-lo é: uma ferramenta utilizada para preparar a apresentação visual da loja ou Ponto de venda (PDV) que busca alcançar a melhor experiência de compra do cliente.

Isso significa que todo o trajeto que o cliente percorre, de olhar a vitrina a testar o produto, a encontrar"sugestões" na hora de pagar, são pensados para encantar o cliente e ajudá-lo em sua decisão pela compra.

Assim, no desenvolvimento do PDV, todas as ações são pensadas para os potenciais consumidores e devem estar de acordo com o branding, para facilitar a identificação e o engajamento deles.

Vamos ver agora um pouco sobre vitrinismo, uma importante técnica principalmente para lojas de roupas, brinquedos, entre outras.

Por que o vitrinismo é tão importante?

A vitrina (o termo vitrine é em francês, assim o correto na lingua portuguesa é vitrina. fornece a primeira impressão que o possível cliente vai ter da marca ou produto — mesmo antes de passar na loja. Também serve como chamariz para as pessoas que não estão pensando na necessidade de compra no momento.

Uma boa vitrina é uma ferramenta de storytelling. Ela conta aos passantes o que a loja contém e o que a marca representa e qual o posicionamento dela. Não por ter todos os produtos expostos, mas, sim, por exibir aqueles que vão chamar mais a atenção e promover a curiosidade.

A iluminação é outro aspecto extremamente importante, pois ela vai ajudar a comunicar uma certa dramaticidade, colocar em destaque alguns produtos dentre outros aspectos.

Assim, vitrinas devem ser sazonais ou temáticas para ter seu efeito potencializado. Elas contam a história e convidam o cliente a entrar para ver o que há de novo.

Para além de festas, como Natal e Ano Novo, os grandes lançamentos do cinema, a troca das estações e os meses de cor temática (como Outubro Rosa e Novembro Azul) são exemplos que fornecem boas ideias para criar vitrines que vão atrair mesmo quem não sabia que estava precisando do seu produto.

Após ter chamado a atenção do cliente para a sua loja é melhor não perder essa oportunidade de desfrutar de outras técnicas de visual merchandising dentro do estabelecimento.

De que outras técnicas o visual merchandising dispõe?

Agora que o cliente está no PDV, o visual merchandising pode continuar seu trabalho. Vamos começar com o layout. O ideal é que, ao entrar, o comprador tenha uma visão clara dos produtos e fácil acesso a eles. Não apenas os que ele viu na vitrina, mas outros que também possam vir a interessar.

A iluminação e a disposição dos produtos servem para dar destaque àquilo que você deseja. Então, escolha bem o que e como expor, pensando sempre no seu público e no posicionamento da sua marca. Esses elementos vão guiar o cliente pela loja.

O trajeto é pensado de modo que os visitantes sejam expostos aos produtos mais de uma vez. Assim, você dará a eles uma segunda chance para decidirem se vão levar algo a mais, além daquilo que planejaram inicialmente.

Por que empresas do varejo devem investir na área?

A maior parte das decisões de compra são feitas no PDV. E ao fazer com que seu público de interesse se sinta confortável em sua loja, as chances de comprar mais aumentam.

Tenha em mente que uma boa estratégia nessa área pode proporcionar uma boa experiência com a marca, fazendo com que sua empresa se destaque em frente às concorrentes.

Seja a sua loja popular ou de luxo, é sempre uma estratégia eficaz pensar no visual merchandising. E se você quer usar esse recurso agora mesmo no seu negócio, veja como podemos lhe ajudar: entre em contato com o o team da Atemporale.

Adicionar esse post aos meus favoridos!

Tags:

Carollina Li

Carollina Li (Diretora de projetos):

Formada em design pela UEMG, mestra em design sistêmico pelo Politecnico di Torino e estudante incassável de marketing. Atua no desenvolvimento de estratégias de diferenciação para pequenas empresas. Apaixonada por pensar o design e o marketing de forma sistêmica. Pesquisadora de nascença. Sonhadora de carteirinha. Van Gogh, Salvador Dalí e Naruto são grandes inspirações. :) Carollina ama intensamente a natureza, escrever, viajar e encontrar sentido em tudo o que faz.

O que você achou deste conteúdo? Compartilhe conosco nos comentários.