O unboxing e a geração de valor
A cultura do YouTube revelou para o mundo algo que os designers já sabiam há muito tempo: o valor do unboxing.

Até um invólucro simples, mas que tenha um método de abertura diferente.
aaa

Categoria: Design Marketing PDV

Como o design de embalagens interfere na decisão de compra do cliente?

Por Carollina Li - Tempo de leitura: 7min
Salvos para ler depois
Adicionar aos meus preferidos!
Como o design de embalagens interfere na decisão de compra do cliente? Como o design de embalagens interfere na decisão de compra do cliente? Como o design de embalagens interfere na decisão de compra do cliente?

Quando seu produto chegar ao ponto de venda (PDV), é certo que ele vai estar cercado por vários concorrentes. Para uma boa parte do seu público de interesse, vai ser nesse ambiente que acontecerá o primeiro contato.

Destacar-se no PDV, então, é essencial para qualquer negócio, e o design de embalagens tem um papel fundamental para isso.

Pense só: é possível que, alguma vez, você já tenha escolhido comprar de uma marca porque a embalagem dela oferecia algo que as concorrentes não tinham, não é mesmo? Com o seu cliente, acontece a mesma coisa.

Exemplos de diferenciais são as embalagens reutilizáveis ou aquelas que garantem uma melhor sensação ao abrir ou usar um produto. Soluções como essas são baseadas em técnicas de um design voltado para experiência, que aumenta a chance de um produto ser escolhido.

Ficou interessado no assunto? Então, leia o artigo até o fim para ver como isso funciona!

A experiência com a embalagem

A embalagem teve como primeira função proteger o conteúdo para transporte, objetivo que ainda continua válido na maioria dos casos.

Mas, com o aparecimento de autosserviços e supermercados, a tarefa de influenciar na decisão de compra foi adicionada à lista de prioridades do então nascente design de embalagens.

Além disso, hoje, por causa da preocupação com a natureza, desenvolver embalagens com menor impacto ambiental é mais um ponto relevante.

Quando nos deparamos com um produto no PDV, não importa a situação: a primeira coisa com a qual interagimos é a embalagem. Ela é a primeira a ser vista, tocada, ouvida... Ao promover uma experiência agradável em todos os sentidos, essa primeira impressão se torna positiva, aumentando as chances de compra.

escolha do produto na prateleira
Escolha do produto na prateleira. Img - banco de imagens.


Por que se conformar com o mesmo padrão de embalagem se é possível promover experiências diferentes? Vamos ver um case de alimentos para deixar isso mais claro.

Por exemplo: se você produz sucos, por que não os colocar em uma embalagem tátil e que se assemelhe a uma fruta? A experiência do cliente vai ser bem diferente do que o contato com uma caixinha padrão. Esse cuidado fará com que, possivelmente, o consumidor compre de novo o produto, mesmo que tenha que pagar mais por isso!

O unboxing e a geração de valor

A cultura do YouTube revelou para o mundo algo que os designers já sabiam há muito tempo: o valor do unboxing. É possível encontrar vídeos de pessoas abrindo os mais variados itens e descrevendo essas experiências. Isso mostra o quanto pode ser valioso investir em embalagens.

Até um invólucro simples, mas que tenha um método de abertura diferente, pode proporcionar uma sensação única, que reforça as qualidades de produtos e marcas.

Tem empresas que fazem verdadeiros eventos como foi o caso da Nubank, no dia 16 de Outubro de 2018. Eles entraram para o Guinness World Records, ao fazer o maior unboxing simultâneo, do novo cartão, com 460 pessoas.

A embalagem como parte do produto

Outra coisa a ser considerada, que envolve não só a decisão de compra do cliente, mas também o impacto da embalagem no ambiente, é a possibilidade de o pacote fazer parte do conjunto do produto.

Comum em produtos alimentícios e embalagens de materiais duráveis, ela pode ser um utensílio de serviço, como um pote de creme de chocolate de avelã que também é uma caneca de vidro (como você já deve ter visto nos supermercados). Mas isso é apenas o nível mais básico desse conceito.

Vamos pensar um exemplo mais ecológico: um pote de mel feito de cera de abelha que venha com um pavio na embalagem, de modo que ela possa ser usada como um suporte de vela após o mel acabar. Veja a imagem abaixo.

packaging de mel desenvolvido com cera de abelha para que depois o mesmo possa ser reutilizado.
Bee Bright foi desenvolvida pela designer Maude Paquette-Boulva para uma mostra internacional de embalagens na Universidade de Quebec em Montréal. O objetivo era produzir embalagens lixo zero.



É importante ter sempre atenção aos pequenos detalhes e se perguntar:
Como fazer diferente quando todo muito faz igual? — Tomando esse cuidado a marca certamente vai encontrar maneiras de incorporar mais valor ao produto.

Ao perceber um diferencial efetivo na compra, um cliente no último nível do funil de vendas será facilmente influenciado a escolher o item em detrimento de outro menos atrativo. Nesse caso, mesmo que a diferença de preço seja grande, ainda assim a influência negativa não vai ser tão grande.

O design de embalagens é essencial para aproximar o consumidor das marcas, desde o PDV até o descarte da embalagem, influenciando na decisão de compra. Lembre-se também de que embalagens reutilizáveis favorecem uma experiência agradável durante todo o percurso, pois são úteis mesmo após o uso do produto.

Se você achou o conteúdo interessante, compartilhe o post nas redes sociais! Estimule que mais pessoas entendam a importância do design de embalagens para negócios!

Leia também:
5 dicas de como divulgar e destacar um produto no PDV

Referências: https://www.canva.com/learn/packaging-design/

Adicionar esse post aos meus favoridos!
Carollina Li

Carollina Li (Diretora de projetos):

Formada em design pela UEMG, mestra em design sistêmico pelo Politecnico di Torino e estudante incassável de marketing. Atua no desenvolvimento de estratégias de diferenciação para pequenas empresas. Apaixonada por pensar o design e o marketing de forma sistêmica. Pesquisadora de nascença. Sonhadora de carteirinha. Van Gogh, Salvador Dalí e Naruto são grandes inspirações. :) Carollina ama intensamente a natureza, escrever, viajar e encontrar sentido em tudo o que faz.

O que você achou deste conteúdo? Compartilhe conosco nos comentários.