O unboxing e a geração de valor
A cultura do YouTube revelou para o mundo algo que os designers já sabiam há muito tempo: o valor do unboxing.

Até um invólucro simples, mas que tenha um método de abertura diferente.
aaa

Categoria: Marketing

4 tendências de mercado que vão dominar o marketing em 2019

Por Carollina Li - Tempo de leitura: 5min
Salvos para ler depois
Adicionar aos meus preferidos!
4-tendencias-de-mercado-mkt-2019 4-tendencias-de-mercado-mkt-2019 4-tendencias-de-mercado-mkt-2019

Todo ano surgem várias tendências de mercado, como soluções para novos problemas e usos para ferramentas inexistentes. Algumas delas podem acabar perdendo a força ao longo do tempo, mas outras se tornam de fato os paradigmas que devem começar a ser seguidos.

A tarefa do gestor, nesse contexto, é estar atualizado com relação às tendências e, com base nelas, criar estratégias, a fim de atender às expectativas de seus clientes.

Para ajudar você nessa empreitada, separamos, aqui, 4 das tendências de marketing que vão dominar o mercado em 2019.

Confira!

1. As realidades virtual (VR) e aumentada (AR)

Em 2016, com o lançamento dos headsets de realidade virtual, como o Oculus Rift, e do Pokémon Go, um jogo em realidade aumentada, o público passou a reconhecer o poder de VR e AR. Desde então, apenas aumentou o interesse do entretenimento nessas plataformas.

A realidade virtual já é muito usada em situações de treinamento, mas a realidade aumentada ainda tem um enorme potencial não utilizado. Agora, multinacionais como IKEA, Amazon e Coca-Cola estão explorando as possibilidades desses recursos para fazer marketing e melhorar a experiência do cliente.

No exemplo da IKEA, o aplicativo IKEA VR Experience permite a visualização de como os móveis da marca ficariam no cômodo de qualquer residência. A Amazon está implementando lojas virtuais em VR nos EUA, e a Coca Cola disponibiliza playlists do Spotify por códigos em suas latas. E veja que esses são apenas alguns exemplos do que pode ser feito.

2. Pesquisa por voz

A ComSocore, empresa norte-americana de análise de internet, prevê que, até 2020, 50% das pesquisas serão realizadas por voz. O que isso significa para as empresas? Em primeiro lugar, a necessidade de os sites estarem optimizados para dispositivos móveis. Não ter isso em 2018 significa que você já está ultrapassado e perdendo oportunidades de negócios.

Em segundo lugar, já que as pessoas não falam tal como escrevem, para serem encontrados mais facilmente, seus textos terão que se adaptar ao modo de fala do público de interesse. Tornar o tom mais conversacional também ajuda a criar uma relação mais próxima com o consumidor.

3. Soluções de IA

As inteligências artificias (IAs) já fazem parte do seu dia a dia, mesmo que você não perceba isso. Do atendimento automatizado aos clientes ao cálculo preciso de estoques, as IAs estão em todos os setores da indústria.

Ainda há uma noção de que elas são algo vindo de filmes de ficção científica, quando, na realidade, são algoritmos que utilizam dados acumulados para fazer cálculos e previsões.

No marketing, podem ser usadas em testes A/B automatizados, recomendações personalizadas e precificação dinâmica, entre outros. As vantagens são inúmeras, enquanto os riscos são mínimos.

4. Propaganda nativa

Cada vez mais, os consumidores estão rejeitando anúncios tradicionais e desenvolvendo uma resistência à publicidade em geral. Os ad blockers fazem com que muitos sequer vejam os anúncios, que passaram a ser fontes de irritação para o público.

Assim, a importância da propaganda nativa e da presença online cresceu. A autoridade no assunto é o que vai importar mais para o seu público de interesse quando ele for escolher um produto ou serviço, não quantas vezes ele teve que pular o anúncio no YouTube.

Falando nisso, a busca por alternativas aos anúncios tradicionais fez com que muitas empresas se voltassem para os blogueiros, tanto no YouTube quanto no Instagram. Embora atinjam menos pessoas, as taxas de conversão são maiores, pois os seguidores confiam no que está sendo anunciado. Mesmo canais com poucos seguidores podem trazer resultados, pois seu produto não estará competindo com vários outros ao mesmo tempo.

Por fim, entenda que nem todas as tendências se consolidam em paradigmas. A maioria tem um ciclo de vida bem previsível. Porém, uma coisa que elas demonstram é que a criatividade, de fato, impulsiona o mercado.

Novas mídias e tecnologias estão surgindo a todo o momento. Entender a melhor forma de usá-las para o seu negócio é o diferencial. E a criatividade é a peça fundamental nesse trabalho. Como gestor, você precisa se manter atualizado e descobrir em qual dessas tendências de mercado vale a pena investir.

Se você gostou do artigo, compartilhe-o nas redes sociais e amplie essa conversa!

Adicionar esse post aos meus favoridos!
Carollina Li

Carollina Li (Diretora de projetos):

Formada em design pela UEMG, mestra em design sistêmico pelo Politecnico di Torino e estudante incansável de marketing. Atua no desenvolvimento de estratégias de diferenciação para pequenas empresas. Apaixonada por pensar o design e o marketing de forma sistêmica. Pesquisadora de nascença. Sonhadora de carteirinha. Van Gogh, Salvador Dalí e Naruto são grandes inspirações. :) Carollina ama intensamente a natureza, escrever, viajar e encontrar sentido em tudo o que faz.

O que você achou deste conteúdo? Compartilhe conosco nos comentários.